Posts filed under ‘Orientações de Consumo’

Tudo que você precisa saber sobre assistência técnica


assitencia2Pesquisa realizada pelo Inmetro constatou que o serviço de assistência técnica tem dado muita dor de cabeça para os consumidores. Para 58,06% dos entrevistados, esse serviço é o aspecto mais importante do pós-venda, seguido de garantia estendida (33,9%). O levantamento, que tinha como objetivo investigar como o brasileiro vê o Instituto e mapear hábitos de consumo da população, revelou também que 79,06% pagariam mais pelo produto para ter uma rede de assistência técnica  adequada.

Na opinião de Carlos Thadeu de Oliveira, gerente técnico do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), esse estudo mostra que o consumidor desconhece seus direitos no pós-venda. As mensagens recebidas por meio dos canais de interação entre o Portal do Consumidor e o cidadão ratificam a percepção do especialista. Além dos inúmeros e-mails com questionamentos sobre o tema, recebidos ao longo do passado, a matéria “Dicas sobre Assistência Técnica”, publicada no blog, teve mais de 300 comentários, evidenciando o quanto esse tema ainda é obscuro para a população. Nesse contexto, entrevistamos a Dra. Soraia Panella, Coordenadora de Atendimento do Procon-RJ, para dirimir as principais dúvidas sobre o assunto.

Antes de falar sobre assistência técnica é preciso esclarecer alguns pontos sobre “garantia de produtos”. Ao adquirir um produto ou um serviço o consumidor tem direito a garantia legal, dispondo de um tempo (30 dias produtos não duráveis e 90 dias produtos duráveis) para reclamar dos vícios constatados. Esse direito de reclamar é independe do certificado de garantia, bastando a apresentação de um documento que comprove a compra.

Após e somando ao vencimento da garantia legal, o consumidor tem direito a garantia contratual que é o prazo concedido, por liberalidade, pelo fornecedor ao consumidor, para reclamar dos vícios (defeitos), conforme dados (forma, o prazo, o lugar em que poderá ser exercitada) descritos no termo de garantia, que podem variar de acordo com o produto.

Por último, tem a garantia estendida, uma modalidade de seguro, pago pelo consumidor, que consiste na manutenção do produto adquirido após o vencimento da garantia legal ou garantia contratual.

Assim, se o produto que você comprou apresentou algum “defeito” e está na garantia (legal, contratual ou estendida) o primeiro passo é levá-lo a uma loja de assistência técnica autorizada pelo fornecedor, recomenda Dra. Soraia Panella.

Se o consumidor tiver que encaminhar o produto para a assistência técnica em outra cidade, o custo pelo envio e retorno do produto é do fornecedor, independente do porte do produto. “O consumidor não é responsável pela falta de assistência técnica autorizada em sua cidade”, afirma a Coordenadora do Instituto.

O serviço de assistência técnica tem 30 dias, para sanar os problemas de funcionamento do produto. Ao passar esse prazo, o consumidor tem as opções de ter um produto novo no lugar do defeituoso ou a devolução do valor pago por ele. Caso o vício não tenha sido sanado porque a peça que precisava ser trocada estava em falta na loja, por exemplo,  o consumidor pode também escolher receber o valor correspondente à peça para tentar adquiri-la em outro lugar, orienta Dra. Soraia.

Se o produto voltar a apresentar o mesmo problema, o consumidor tem o direito receber um novo no lugar do defeituoso ou a devolução do valor pago por ele. Caso apresente defeito diferente, dentro do prazo de garantia, o consumidor deve retornar a assistência técnica autorizada e solicitar um laudo do problema. Vale lembrar que a garantia inicia-se no momento em que o consumidor recebe o produto e ela não é interrompida ou zerada após o retorno do produto da assistência técnica.

Dra. Soraia alerta que, terminado o prazo de validade da garantia legal e daquela oferecida pela assistência técnica, a responsabilidade pelo funcionamento do produto passa a ser do consumidor. Porém, se algum problema surgido após este prazo for caracterizado como vício oculto, o fabricante continua sendo considerado responsável. “Neste caso, o produto deve ser trocado pelo fabricante, ou o consumidor deve receber de volta o valor pago por ele ou, caso o consumidor deseje, deve ter abatido o valor da peça avariada”, orienta.

Muitos consumidores reclamam do tempo que ficam sem usar o produto durante o período que ele está na manutenção, principalmente, quando o funcionamento deste é essencial na vida do usuário. Entretanto, a especialista esclarece que: “em caso de bens considerados essenciais, alguns fabricantes optam por oferecer um produto compatível para o consumidor durante o prazo de conserto, mas não há obrigatoriedade de se oferecer um produto substituto enquanto o seu está sendo consertada na assistência técnica autorizada.”

24/04/2014 at 8:00 Deixe um comentário

Inmetro abre consulta pública para luva de proteção contra agentes biológicos


luvas

Muitas vezes, as tarefas realizadas no trabalho ou em casa envolvem algum risco às pessoas como corte e perfuração ou  contaminação por gentes biológicos (fungos e bactérias).  As luvas de proteção contra agentes biológicos são utilizadas nas mais diversas atividades domésticas, por quem realiza procedimentos estéticos, pelos cuidadores de animais em petshop, entre outros agentes. Elas atuam na proteção do usuário contra os riscos de acidente ou de doenças que eventualmente possam contrair na execução de ações relativas à sua ocupação.

Claro que é muito importante que esses produtos sejam realmente eficazes, já que uma luva de má qualidade não fornece a proteção devida e pode causar sérias lesões ao consumidor. Atento a isso, o Inmetro, em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego, desenvolveu um Programa de Avaliação para luvas de proteção contra agentes biológicos de borracha natural, borracha sintética, misturas de borracha natural e sintética e de policloreto de vinila, não sujeitas ao regime de vigilância sanitária. Sendo assim, não estão incluídas nessa regulamentação as luvas destinadas ao uso médico/hospitalar.

O Programa estabelece requisitos mínimos de segurança para todos esses produtos disponíveis no mercado, de forma a prover confiança na utilização das luvas de proteção contra agentes biológicos. Nesse contexto, o Inmetro quer ouvir a sociedade para criar regulamentações mais eficazes e você pode dar sua opinião, contribuindo para melhorar as regras para esses produtos.  A consulta pública para aperfeiçoamento dos requisitos está aberta até o dia 27 de abril.

Você pode acessar o texto do documento aqui.
 As críticas e sugestões deverão ser encaminhadas no formato da planilha modelo, contida na página http://www.inmetro.gov.br/legislacao/, preferencialmente em meio eletrônico, e para os seguintes endereços:

- Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro
Diretoria de Avaliação da Conformidade – Dconf
Divisão de Regulamentação Técnica e Programas de Avaliação da Conformidade – Dipac
Rua da Estrela n.º 67 – 2º andar – Rio Comprido
CEP 20.251-900 – Rio de Janeiro – RJ, ou E-mail: dipac.consultapublica@inmetro.gov.br

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material desde que citada a fonte.

11/04/2014 at 10:05 Deixe um comentário

Dicas para as compras da Páscoa e da Semana Santa


Os alimentos mais consumidos na Páscoa e na  Semana Santa ainda são os chocolates e os pescados. Pensando nisso,  reunimos matérias publicadas nos anos anteriores  no Portal com dicas importantes para facilitar a escolha desses alimentos. Confira!

semanasantaepascoa

 

Ovos de páscoa: qual a melhor opção de compra para o consumidor? 

Páscoa e Obesidade Infantil

Pescados e chocolates: Saiba como fazer melhores escolhas!

Saiba mais:

Serasa Experian dá 10 dicas para o consumidor economizar na Páscoa 

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material desde que citada a fonte.

07/04/2014 at 16:28 Deixe um comentário

Novas regras para viagens de ônibus acima de 75 quilômetros. Conheça os seus direitos


passagemdeonibus
A Agência Nacional de Transporte Terrestres – ANTT  publicou novas regras para venda de bilhetes de passagens de ônibus interestaduais e internacionais, ampliando os direitos dos usuários. Sendo assim, o Portal reuniu as regras em vigor desde 04/03/2014 para viagens acima de 75 quilômetros. Se você vai viajar no feriado da Páscoa, fique atendo as novas normas.

Na hora da compra:

O bilhete deve ter as seguintes informações: identificação da empresa (nome, endereço, CNPJ) e telefone do Serviço de Atendimento ao Consumidor; data e horário de emissão; identificação do passageiro (nome e CPF, se possuir); valor da passagem, tributos, pedágios e taxa de embarque, se houver; horário de partida e chegada; todas as paradas; forma de pagamento; data e horário da viagem, número da poltrona e identificação do bilhete (número, série…). Além disso, o verso do bilhete deve ter impressos os direitos dos passageiros.

Na hora do embarque:

• Crianças acompanhadas devem ter um documento pessoal, Certidão de Nascimento e/ou Identidade. Caso o menor viaje sozinho o mesmo precisa de uma autorização do Juizado de menores.
Bagagem:
• Cada passageiro poderá levar até 30 kg no bagageiro e 5 quilos de volume no porta embrulho.
• Não pode embarcar com produtos considerados perigosos, como facas, explosivos, químicos, etc.

Perda do bilhete e impossibilidade de viajar por parte do passageiro

Em caso de perda, furto ou roubo do bilhete, o passageiro terá o direito à emissão da à 2ª via, apresentando o CPF ou outro documento de identificação no guichê.

As passagens são válidas por um ano, e, em caso de desistência , o passageiro pode remarcar uma nova data. Porém, a partir de 3 horas antes do horário da a vigem até a validade do bilhete, a empresa poderá cobrar multa de até 20% do valor da tarifa.

Se o usuário desistir da viagem, ele poderá solicitar a devolução do valor pago, manifestando-se com antecedência mínima de três horas em relação ao horário de partida constante no bilhete. A companhia poderá reter 5% do valor do bilhete e terá um prazo de até 30 dias para o ressarcimento.

O passageiro que desistir da viagem também poderá transferir o bilhete para outra pessoa. Essa transferência deverá ser feita no guiche da transportadora, na presença do passageiro cedente, munido de documento e do bilhete que deseja transferir.

Passageiros com dificuldade de mobilidade, idosos e crianças:

Crianças, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção devem ter prioridade, tendo todo auxílio necessário na hora do embarque e desembarque. Idosos com idade mínima de 60 anos, com renda igual ou inferior a dois salários mínimos, têm direito à gratuidade em dois assentos. Caso as duas poltronas estejam ocupadas por outros beneficiários, a empresa deverá oferecer um desconto minimo de 50% do valor da passagem para os demais assentos do veículo. Além do idoso, os portadores de necessidades especiais, comprovadamente carentes, também tem o direito, no serviço convencional, bem como crianças até 6 anos de idade, desde que não ocupem nenhuma poltrona.

Interrupção da viagem e/ou atraso

Em caso de atraso na partida por culpa da empresa, por período superior a uma hora, o passageiro poderá optar por continuar a viagem em outra empresa que ofereça serviços equivalentes para o mesmo destino, às custas da transportadora, ou a receber de imediato o valor do bilhete de passagem.

A empresa, tal como as companhias aéreas, são obrigadas em determinada situações oferecer aos passageiros, alimentação, e, dependendo do caso, hospedagem, de acordo com as novas regras da Resolução nº 4.282. A interrupção ou retardamento da viagem por mais de três horas, por algum motivo imputado à transportadora, bem como nos casos de venda de mais de um bilhete de passagem para a mesma poltrona, o passageiro tem direito a receber alimentação, até que o problema seja resolvido. Quando não for possível a continuidade da viagem no mesmo dia, a empresa terá que providenciar acomodação para o passageiro.

Em caso de acidentes, o usuário deve receber da transportadora imediata e adequada assistência. Nesse caso, a vítima também tem o direito ao DPVAT – Danos Pessoais causados por Veículo Automotores de Via Terrestre – que é um seguro obrigatório para todo veículo registrado no país. Assim, qualquer pessoa que sofrer um acidente, seja um atropelamento, uma batida de ônibus ou de carro particular, tem direito a ser indenizado no caso de morte ou de consequência que gere despesas médicas. Para fazer a solicitação o acidentado e/ou responsável legal pela pessoa têm que procurar um posto DPVAT ou Correios credenciados mais próximos para dar entrada ao processo.  O prazo máximo para dar entrada é de até 3 anos a partir da data do acidente. Saiba mais.

O viajante tem o direito de receber serviços adequados, como ser transportado com pontualidade, segurança e higiene e conforto do início ao fim da viagem. Caso tenha algum problema na viagem, ou o ônibus esteja em más condições para viajar entre em contato com a ANTT e faça sua denúncia. Ouvidoria: 0800 61 0300 site: http://www.antt.gov.br.

Para ler a nova regulamentação na íntegra, acesse aqui. 

Fonte: ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres

* É permitida a reprodução parcial ou total deste material desde que citada a fonte.

07/04/2014 at 12:53 Deixe um comentário

Vai cair na folia? Confira as dicas


carnaval2014  ...”Ai, ai, ai ai, ai, ai, ai
Está chegando a hora” …

Há menos de quinze dias do carnaval a festa já começou em várias cidades, levando milhares de pessoas ao carnaval de rua. Para você que vai cair na folia, listamos 08 dicas para aproveitar o melhor dessa festa.

1)    Fantasias:

Busque roupas leves e arejadas.  Vale lembrar que fantasia também deve apresentar a etiqueta com as características têxteis do produto como sua composição, tratamento de cuidado para conservação e identificação do tamanho. Saber a composição do tecido evita que você compre gato por lebre, além de identificar possíveis reações alérgicas a determinado tipo de tecido, especialmente no caso das crianças.   A escolha do sapato tem um papel fundamental, busque um que seja o mais cômodo possível, que ofereça boa sustentação e, de preferência, que você já tenha usado anteriormente, minimizando assim surpresas como bolhas nos pés.

2)     Alimentação ideal:

Na véspera da folia, é recomendável que se consuma mais carboidratos como arroz, pães, macarrão, batata e aveia. De preferência as versões integrais, que sustentam o corpo por mais tempo. Momentos antes de partir para a festa, recomenda-se a ingestão de frutas, pois são mais ricas em água e sais minerais. Uma alimentação inadequada pode causar doenças como a diarreia e para evitá-las é preciso cuidado especial na manipulação e conservação dos alimentos.

3)    Bebidas:

Fique atento! A desidratação pode ser a vilã da história quando não há ingestão adequada de líquidos. Ela pode causar dores musculares, câimbras, moleza, transpiração, dificuldade de raciocínio e até mesmo desmaio. Para não ser pego de surpresa, o ideal é ingerir de pelo menos 2 litros de água (1,5 litros para crianças). Mas nem tudo que refresca hidrata, como é o caso do consumo de cerveja, energéticos e refrigerantes. A dica é tomar água, sucos, chás e água de coco.
Tome cuidado com o consumo em excesso de bebidas alcoólicas, além de colocar em risco a vida de terceiros, também pode causar problemas de saúde como Hipoglicemia (redução da taxa de açúcar no sangue), causando tontura, mal-estar, queda de pressão arterial, desmaios e até lesões cerebrais.

4)    Pele:

A pele também requer uma atenção especial, devendo sempre estar protegida. Dessa forma, abuse do protetor solar, escolhendo o fator de proteção de acordo com o tom da sua pele e repassando a cada duas horas.

3)    Crianças:

Além de observar as dicas acima, cabe destacar que existem fantasias próprias para crianças e por isso jamais compre uma fantasia de adulto para que uma criança vista. Nas embalagens das fantasias infantis, há a indicação sobre a idade ideal do usuário, composição e, claro, o selo do Inmetro.
Muitas fantasias usam máscaras ou levam acessórios como pequenos brinquedos. Lembre-se que brinquedos infantis devem apresentar o selo do Inmetro. Máscaras, por exemplo, podem causar asfixia e outros brinquedos podem ter peças pequenas que podem ser engolidas. Assim, verifique a faixa etária à qual o produto se destina e lembre-se sempre de procurar o selo do Inmetro na embalagem, ele é a certeza de que o produto não oferece risco aos usuários.
Se for maquiar a criança, opte por produto infantil e antialérgico.
Não se esqueça de colocar pulseiras de identificação na meninada.

6) Segurança:

Algumas precauções com a segurança também são necessárias. Procure andar em grupo e leve apenas o dinheiro trocado e uma cópia autenticada do documento de identidade, nada de cartões de crédito ou de banco. Jóias e objetos de valor devem ficar em casa. Se for usar celular,  dê preferência a guardá-lo em bolsa “doleira” e mantenha o aparelho dentro de um saquinho plástico para evitar que molhe em caso de chuva ou com a água oriunda do carro pipa,  cada vez mais frequentes nos blocos para refrescar os foliões.

7) Em buscam de companhia:

Para os que vão aproveitar a festa para buscar companhia fique atento e, se rolar,  use camisinha.

8) Cuidado com a cidade:

Não faça xixi na rua, procure os banheiros químicos e evite andar sobre canteiros e pisotear jardins.

Faça com que o carnaval  seja mais um momento de celebração a vida, curta com alegria e responsabilidade.

Se ingerir bebidas alcoólicas, não dirija!

17/02/2014 at 15:25 Deixe um comentário

Posts mais antigos


Agenda

abril 2014
D S T Q Q S S
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Tópicos recentes

Siga nosso Instagram @portaldoconsumidor

Inmetro Certifica Compulsoriamente Componentes de Motocicleta
O Instituto publicou regulamento estabelecendo requisitos de segurança para uma série de componentes de motos. Mas, além disso, é preciso que o condutor tome alguns cuidados para garantir sua segurança no trânsito. Confira as dicas! Saiba mais em www.portaldoconsumidor.gov.br #Inmetro #Consumidor #consumo #moto #Motocicleta Internet Banking: Você confia?
Fazer transações bancárias online está se tornando cada vez mais comum, mas alguns consumidores ainda têm medo de utilizar o serviço. Pensando nisso, o Portal reuniu 8 passos para você acessar sua conta via Internet com segurança. Saiba mais em www.portaldoconsumidor.gov.br #Consumidor #Direitos #Consumidores #Inmetro Autoescola: O que você precisa saber para evitar armadilhas  Diretora do Detran-RJ, em entrevista ao Portal, orienta o consumidor sobre a contratação do serviço e relaciona algumas dicas sobre as aulas práticas, teóricas e para a hora do exame, que costuma ser o momento de maior tensão do aluno. Saiba mais em www.portaldoconsumidor.gov.br #consumidor #Consumido #inmetro #Autoescola #consumidor #Diadoconsumidor #Consumo #inmetro #PortaldoConsumidor #cosumidora Acesse nosso portal: www.portaldoconsumidor.gov.br Instagram: www.instagram.com/portaldoconsumidor #consumidor #Diadoconsumidor #Consumo #inmetro #PortaldoConsumidor @cosumidora Fique sabendo de seus direitos, acess, www.portaldoconsumidor.gov.br Vai cair na folia? Confira as dicas  Há menos de quinze dias do carnaval a festa já começou em várias cidades, levando milhares de pessoas ao carnaval de rua. Para você que vai cair na folia, listamos 08 dicas para aproveitar o melhor dessa festa.
 Twitter: www.twitter.com/consumidor_gov siga nosso instagram: www.instagram.com/portaldoconsumidor #consumidor #consumidores #consumo #inmetro #procon #carnaval #carnaval2014 Saiba seus direitos quando comprar passagem aérea para assistir os jogos da Copa  Pensando em comprar sua passagem de avião para assistir os jogos da Copa do Mundo 2014? Saiba seus direitos de consumidor na hora de comprar passagens aéreas. Saiba mais em www.portaldoconsumidor.gov.br e siga nosso instagram: www.instagram.com/portaldoconsumidor #consumidor #consumidores #consumo #inmetro #proconSeguindo #Copa2014 #CopaDoMundo Acesse o Portal do Consumidor, www.portaldoconsumidor.gov.br Twitter: www.twitter.com/consumidor_gov siga nosso instagram: www.instagram.com/portaldoconsumidor #consumidor #consumidores #consumo #inmetro #procon Acesse o Portal do Consumidor, www.portaldoconsumidor.gov.br Twitter: www.twitter.com/consumidor_gov siga nosso instagram: www.instagram.com/portaldoconsumidor #consumidor #consumidores #consumo #inmetro #procon

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 41.340 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: