Como comprar e conservar produtos congelados


O mês de dezembro é marcado por corre-corre, lojas cheias e, muitas vezes, preços altos. Para fugir destes e outros possíveis transtornos muitas famílias costumam antecipar as compras e assim, recorrem aos produtos congelados. Por outro lado, os produtos como peru, chester e outros – comuns na ceia brasileira – devem ser comercializados em baixa temperatura para sua conservação.

A informação geral, que o produto deve estar congelado, todo mundo sabe, mas o que mais é preciso verificar  para evitar que os consumidores  sejam  lesados por falta de informações?

A temperatura do freezer, por exemplo. Alguma vez em que foi ao supermercado você pensou em consultar o termômetro da máquina? Provavelmente não! Mas a temperatura em que alguns produtos são armazenados pode ser crucial para a manutenção de suas propriedades.

De acordo com regulamento dos Ministérios da Saúde e da Agricultura, os freezers devem estar a uma temperatura máxima de -8°C para produtos congelados e 10° C para os produtos que exigem apenas resfriamento.

A aparência do produto também deve ser checada. Entre os problemas mais comuns estão aparência ‘esverdeada’, embalagens rasgadas, excesso de água dentro das embalagens e produtos fora do prazo de validade. Estas características podem ser indícios de produtos que representam risco a sua saúde.

Há também outro problema dificilmente diagnosticado no ato da compra: o excesso de água nos alimentos, irregularidade apontada por estudo do IDEC em 2004 quando o instituto testou oito marcas de frango congelado. O teste conhecido como Drip Test, no qual a carne é submetida a uma temperatura que provoca o descongelamento, apontou irregularidades nos frangos não temperados. Nesta categoria, a quantidade de água não pode ultrapassar 6%. Nos testes que verificaram também o rótulo, a qualidade sanitária e o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), apenas uma das oito marcas foi aprovada. O que ressalta a necessidade de ficar atento até mesmo no momento do degelo.

Logo, não basta apenas aproveitar as promoções, ou fugir da correria. Se o consumidor não tiver cautela na escolha dos produtos pode sair perdendo. Veja algumas dicas a serem seguidas para evitar futuros constrangimentos:

– Não compre produtos de origem duvidosa sem controle sanitário. Exija a nota fiscal.

– Procure pegar os produtos da parte inferior já que a temperatura pode variar nos diferentes pontos do freezer;

– Compre apenas a quantidade que você considera suficiente para o consumo, evitando desperdício.

– Durante as compras, deixe os produtos congelados para serem pegos por último e, se possível transporte até em casa dentro de suportes que mantém a temperatura, como isopor e bolsas térmicas;

– Leia e obedeça as instruções sobre as condições de conservação descritas no rótulo.

– Deixe o produto descongelar dentro da própria geladeira.

– Após manipular frangos, ainda que estejam embalados, lave as mãos antes de realizar outras tarefas.

Caso note excesso de água nas aves congeladas não temperadas, produtos fora da validade ou quaisquer outros problemas desse tipo  procure um órgão de defesa do consumidor.

No mais, sigas as instruções e boas festas!

Fontes:
Resolução CISA n° 10, de 31 de julho de 1984. Resolução conjunta dos Ministérios da Saúde e da Agricultura
http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/10_84.htm
Inmetro testa freezer de supermercados – Fantástico
http://fantastico.globo.com/Jornalismo/FANT/0,,MUL695313-15605,00.html
Idec – teste em frangos congelados
http://www.idec.org.br/files/PK%20Teste%20dos%20frangos%20congelados.doc
Ceia de Natal – Procon SP
http://www.procon.sp.gov.br/pdf/01-Orienta-CeiaNatal.pdf

2 comments

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s