Compras Coletivas: Como comprar com desconto sem sair de casa


Uma nova opção para adeptos ao e-commerce, mas atenção com as informações disponíveis nos sites

Os sites de compras coletivas foram adotados pelos brasileiros desde o ano passado e vêm ganhando espaço na internet. De origem norte-americana, os sites de compras chegaram a virar vício para alguns consumidores, o que vem sendo registrado pela mídia, blogs, etc. Entretanto, o que mais chama a atenção dos consumidores são as promoções, ou seja, a possibilidade de adquirir produtos mais em conta.

De acordo com o site Bolsa de Ofertas, já existem mais de 240 sites de compras coletivas, desde o lançamento do primeiro site. O Bolsa de Ofertas chegou a este número devido ao grande número de pedidos para registros de domínios, ou seja, endereço virtual para que a página fique acessível (o conhecido, ‘.com.br’).

O primeiro site no Brasil foi o Peixe Urbano, lançado na rede em março de 2010. A divulgação deste se deu, a princípio, por meio de banners nos mais variados tipos de sites. Porém, assim como a maioria dos sites de compra coletiva, conquistou consumidores através do boca a boca.

A maioria dos sites funciona, normalmente, da seguinte forma: um produto ou serviço é lançado recebendo um desconto que pode chegar a 90% do preço de mercado. O site dá um prazo para a oferta ser comprada, podendo variar de acordo com as regras criadas pelo anunciante. Mas, o consumidor só fecha a compra quando o número mínimo de oferta é atingido, daí o nome “compra coletiva”. Caso contrário, a oferta se torna inválida e o pagamento é devolvido.

Efetivada a compra, o consumidor recebe um cupom ou vale para ser impresso, que será trocado no estabelecimento pela mercadoria ou serviço oferecido.

Em declaração de outubro de 2010 ao Jornal O Globo, Julio Vasconcellos, fundador do Peixe Urbano e representante do Facebook no Brasil afirma que esse tipo de site não visa lucro e sim a conquista de novos cliente e a divulgação de marcas.

Segurança na hora da compra

O consumidor deve dar bastante atenção às informações da compra nos sites de compra coletivas, pois todo produto tem um prazo para ser utilizado.

Segundo o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), antes de dar o último clique e passar o número do cartão de crédito, é preciso tomar alguns cuidados, entre eles, conhecer os próprios direitos.

Maíra Feltrin Alves, advogada do Idec, afirma que as informações passadas pelo site devem estar de forma bem clara antes e depois do fechamento do negócio. “Se o serviço precisa de agendamento prévio, por exemplo, isso deve estar claro no site. O agendamento é legal, mas deve ser informado ao consumidor”, ressalta Maíra.

Outra dica da advogada é verificar se a página do site é segura e se o endereço do site começa com “https”, em vez de apenas “http”.

Geralmente, no canto inferior direito do seu navegador surge um desenho de um cadeado que indica que a página é segura. Já o “https” evita que as informações fornecidas pelo cliente sejam visualizadas por terceiros.

Para serviços que visem o tratamento corporal e a alimentação, o recomendado antes de fechar negócio é verificar se a clínica tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para funcionar e se o produto é regulamentado por essa agência.

Antes de pagar, pesquise se os dados fornecidos no site conferem com os da clínica ou loja. Na internet pode-se, por exemplo, fazer pesquisas em site de busca, para informações adicionais.

Mais dicas do Idec

Juliana  Souza
Thaís Vinhas (estagiária)

4 comments

  1. Nunca mas é nunca mesmo realizem compras na loja virtual do wal mart, pois o prazo no site é de 2 dias e demora até 2 meses para entregar o que vc já pagou isso quando não vem com defeito, encrenca na certa.

  2. Adquiri uma escova progressiva+mascara facil por um valor , e qndo paguei com cartao de credito tinha a opção p parcelar e parcelei no maximo.. porem qndo chegou a fatura o valor veio total e nao parcelado…
    mandei email p empresa reclamando e nada foi feito

  3. vc pode comprar e economizar bem comprando os precos mais baratos do mercado,olhe e confica a cada produto para adquirir melhor seu dinheiro.

  4. Aproveitamos o artigo para divulgar o projeto Ouvidoria Coletiva.

    O Ouvidoria Coletiva é um site criado com o intuito de reunir as experiências de usuarios de sites de Compras Coletivas.
    Qualquer pessoa pode acessar o site, se cadastrar gratuitamente e relatar se sua aquisição de produto/serviço foi realizada com sucesso. Assim o Ouvidoria Coletiva se propõe a ser a interface entre os usuarios, os sites de compras coletivas e as empresas se utilizam destes sites para a divulgação de seus produtos/serviços.

    Funciona assim:
    1) Você se cadastra no site http://www.ouvidoriacoletiva.com.br
    2) Cadastra seu relato de Compra Coletiva, informando se foi bem atendido, se gostou do lugar, se o que foi enregue estava de acordo com o produto/serviço ofertado, etc
    3) Seu relato será aprovado pelo moderador e disponibilizado no site para que todos tenham acesso
    4) O site de compras coletivas e o estabelecimento que ofertou a promoção serão avisados de seu relato e poderão fazer esclarecimentos, sugestões ou agradecimentos

    Mostre a força da Coletividade compartilhando suas experiências para que os demais internautas possam selecionar melhor seus fornecedores.

    Site: http://www.ouvidoriacoletiva.com.br
    Twitter: http://twitter.com/ocoletiva
    Facebook: http://www.facebook.com/pages/Ouvidoria-Coletiva/186353091391057

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s