CPSC Recomenda Interromper o Uso das Cadeiras Tipo Clip-on da Phil&Teds nos EUA


CPSC alerta: Consumidores são incentivados a parar de usar cadeiras tipo clip-on da marca Phil&Teds nos EUA, devido aos sérios perigos causados a crianças.

A Comissão de Segurança de Produtos de Consumo dos Estados Unidos – Consumer Product Safety Commission – CPSC – adverte os consumidores que alguns tipos de  cadeiras de mesa, (“clip-on”), importados por Phil&Teds, nos EUA (veja imagem  no fim da matéria) oferecem risco de ferimento grave para crianças, podendo causar desde a queda  até amputação do dedo do bebê. A CPSC recomenda que consumidores parem  de usar as cadeiras imediatamente, uma vez que tomou conhecimento de vários incidentes envolvendo o produto.

Trata-se  de  uma cadeira para bebê / criança, com assento de tecido de nylon e uma armação de metal, com duas braçadeira que são  utilizadas para prender o produto por meio de uma rosca,  também de metal,  à mesa .  O problema é que algumas cadeiras não têm espaçadores de plástico entre as pinças de mesa e barra metálica frontal horizontal, conforme indicado na figura abaixo.

A empresa se recusou a realizar um recall nacional do seu produto, o que seria considerada uma medida razoável para CPSC.  Ao invés disso, a empresa ofereceu um kit de reparo,  composto por botas de borracha para colocar nas garras de fixação superior das cadeiras. O CPSC alerta os consumidores que o referido Kit de reparação não foi aprovado pelo CPSC, apesar da declaração prévia da empresa, informando que estava realizando um recall “em cooperação com a Consumer Product Safety Commission EUA.”

O CPSC está recomendando aos consumidores que  interrompam  o uso das cadeiras “mentoo –  clip-on”  que não possuem esse mecanismo, a fim de evitar o risco de ferimentos em crianças.  E chama atenção que os grampos podem não aderir a vários tipos de  superfícies diferentes de mesas, podendo levar as crianças a quedas, ou,  ainda, que as próprias crianças podem usar os pés para empurrar a cadeira contra outros objetos usados para fixá-las, fazendo com que as cadeiras se desprendam e caiam.  A falta de espaço adequado entre a barra de metal horizontais, na parte da frente da cadeira e entre os grampos, pode comprimir, dilacerar ou esmagar os dedos da criança. Outro problema identificado é que as embalagens têm informações conflitantes podendo induzir ao mau uso pelo consumidor.

Por Bianca Reis

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s