Fraude bancária por meio eletrônico cresceu 36% em 2011.


A Federação Brasileira de Bancos – Febraban  estima que as perdas com as fraudes bancárias por meio eletrônico chegaram a 685 milhões em 2011, valor 36% maior que no ano anterior. Cabe destacar que desse total não foram considerados os danos com clonagem física de cartões de crédito ou de débito.

Segundo a Febraban,  as transações através do  internet banking cresceram 20% em relação ao ano anterior. Em 2011, 54 milhões de pessoas acessaram suas contas via Internet. Especialistas entendem que alguns fatores contribuíram fortemente para o aumento das fraudes on-line. O primeiro aspecto é a maior utilização do serviço via Web por pessoas que na estão bem familiarizadas com o sistema on-line o que facilita o trabalho dos “cibercriminosos”. A popularização de dispositivos móveis como tabletes e smartphones para transações bancárias e a falta de uma legislação específica que caracterize o crime virtual impulsionam também o aumento das fraudes.

Atualmente esse tipo de crime pode ser enquadrado em três tipos: interceptação de dados, falsidade ideológica e estelionato. Apesar do alto investimento por parte dos bancos em sistemas de segurança,  os crimes pela Internet constituem hoje a maior parte dos casos de vítimas de fraudes bancárias.

Para evitar que você seja também vítima desse tipo de fraude reproduzimos  abaixo algumas recomendações publicada no Jornal O Globo.

Cuidados com transações On-line

  •   Mantenha atualizado o programa de antivírus no computador;
  •   Só compra e em sites conhecidos;
  •  Desconfie de ofertas muito tentadores;
  • Não clique em links de e-mail desconhecidos;
  •  Na página do pagamento, confira se há o ícone de cadeado no navegador;
  •   Ainda na página de pagamento, lembre-se de verificar se o link começa com “HTTPS”.
  • Pense em senhas difíceis, que incluam  letras números e caracteres especiais;
  •   Evite digitar os dados bancários  em computadores públicos como “lan houses;”
  •  Nunca digite a senha mais de duas vezes, mesmo quando solicitado pela página;
  •   Procure todo as  soluções de segurança que seu banco oferece.  É o caso de, por exemplo, tokes, cartões de segurança, envio de SMS que confirme transações bancárias.

Cuidados com o Cartão Físico:

  •   Não perca de vista seu cartão na hora do pagamento;
  •  Não carregue a senha junto com o cartão, nem anote no celular ou em papel na carteira;
  • Nunca empreste seu plástico;
  • Cuidado na hora de digitar a sua senha;
  • Caso seu cartão fique retido no caixa eletrônico, não aceite ajuda de estranhos;
  • Desconfie de ligações que peçam seus dados, como número de cartão ou de documentos e senhas.
  •   Se houver  alguma transação não reconhecida , entre em contato com o banco ou a operadora do cartão imediatamente;
  •   Confira freqüentemente o seu saldo bancário e o extrato do cartão de crédito;
  •  Caso seja vítima de fraude, procure imediatamente seu banco seguindo as orientações da instituição e faça um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s