Hotéis do Brasil terão estrelas novamente


Há mais de um ano, as estrelas, que tradicionalmente classificam hotéis e pousadas no mundo todo, tinham sido abolidas no Brasil. Com a proximidade de eventos importantes como a Copa do Mundo em 2014, em que o país se prepara para receber  milhões de turistas – nacionais e estrangeiros – as estrelas voltam a ser uma referência para subsidiar as escolhas dos consumidores.

Na semana passada, os primeiros 19 hotéis receberam as placas com suas estrelas, conforme os novos critérios de classificação estabelecidos pelo o Inmetro em parceria com o Ministério do Turismo. A cerimônia de entrega foi  na terça, dia 25, em Brasília.

Durante um longo período “as estrelas” funcionaram muito bem,  sendo uma importante referência para os usuários. Entretanto, com o passar do tempo algumas redes começaram a usá-las, inadequadamente, como forma de valorizar o serviço.  Como nenhuma entidade detinha a responsabilidade pela classificação e verificação se o meio de hospedagem correspondia ao que declarava, o resultado foi a banalização de estrelas e uma confusão para o consumidor na hora de escolher a hospedagem.

Preocupado em ajustar a estrutura e os serviços às expectativas dos turistas e visando melhorar a qualidade do turismo no país, o Ministério do Turismo – MTur   desenvolveu, em parceria com o Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial  – Inmetro, um novo  sistema de classificação de hospedagem que definirá os requisitos mínimos de sustentabilidade, infraestrutura e os serviços  que cada empreendimento precisa oferecer para se enquadrar numa determinada categoria.

O novo sistema de classificação brasileira é de adesão voluntária e os meios de hospedagem serão classificados através de uma auto declaração feita pelo estabelecimento – a  Declaração do Fornecedor – que,  posteriormente, será avaliada  e registrada pelo Inmetro. Os técnicos do Instituto avaliam o tamanho dos quartos, o banheiro, a estrutura, as comodidades, a qualidade do serviço e o consumo inteligente de energia, entre outras coisas.  Entretanto, apenas os estabelecimentos com seus cadastrados regularizados no Ministério do Turismo – Cadastur – poderão solicitar a classificação. Atualmente existem 97 estabelecimentos aguardando a avaliação.

A classificação inicial será válida pelo período de três anos podendo ser renovada por igual período, caso o estabelecimento seja aprovado na avaliação feita por avaliadores profissionais competentes para a atividade, que será realizada durante o período de validade da declaração. Nos casos dos meios de hospedagem de 4 e 5 estrelas, além da verificação agendada pelo Inmetro,  também serão feitas verificações com clientes ocultos.

Esse novo sistema facilitará a vida de agentes de viagem e subsidiará a escolha dos turistas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s