Alimentos industrializados têm alto teor de sódio.


No final de outubro de 2012 o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (ABIA), Edmundo Klotz, assinaram um documento, acordando metas nacionais para a redução do teor de sódio em alimentos processados no Brasil. O termo de compromisso previa a redução em temperos, caldos, cereais matinais e margarinas vegetais. A estimativa era retirar 8.788 toneladas de sódio do mercado brasileiro até 2020.

Entretanto, uma análise do Instituo Nacional de Defesa do Consumidor – Idec constatou que, apesar dos acordos firmados, a maioria dos fabricantes não vai precisar reduzir a quantidade desse ingrediente em seus produtos, pois boa parte deles já tem, atualmente, teor de sódio dentro das metas estabelecidas para os próximos anos.

Foram analisados os rótulos de 530 alimentos industrializados de diversas categorias, entre bolos, biscoitos, batatas palha, maioneses e cereais matinais e apesar da conformidade em relação termo de compromisso a maioria dos alimentos ainda possue alto teor de sódio.

Para ilustrar essa situação, o Idec usou a maionese como exemplo:
boa parte das marcas analisadas contém mais de 1.000 mg do nutriente em 100 g do produto (o equivalente a 10 colheres de sopa, aproximadamente). Nessas colheradas, há quase metade do total de sódio recomendado pelo Ministério da Saúde para um dia inteiro, que é de 2.400 mg. Contudo, as metas de redução para a categoria parecem não levar isso em conta, pois foram fixadas em 1.283 mg/ 100 g para o ano de 2012; e em 1.051 mg/ 100 g até o fim de 2014 (as metas são gradativas e devem ser implementadas a cada dois anos; para alguns alimentos, começam neste ano e seguem em 2015). Das 21 marcas de maionese pesquisadas, 20 (95,4%) não precisaram mover nenhuma palha para cumprir a meta do ano passado, e 11 (52,4%) podem continuar como estão até o ano da Copa do Mundo no Brasil”.

Veja no quadro abaixo o resumo da análise feita pelo Instituto:

A coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Patricia Jaime, explicou que as metas foram definidas, em 2010, com base nos menores valores de sódio existentes no mercado para cada categoria de alimento. O objetivo é que, até 2020, todas as marcas contenham o teor mínimo de sódio praticado 10 anos antes e que, no momento em que foi feito o acordo, não havia evidências de que seria possível adotar metas mais rigorosas. Por outro lado, ela destaca que, apesar dessa redução o Ministério não classifica os produtos que atingem tais marcas como saudáveis.

O Idec defende que os acordos são superficiais e que as metas definidas foram tímidas gerando um impacto pouco expressivo na saúde. Assim, a entidade entende que para além de acordos voluntários junto às empresas, o Ministério da Saúde deve articular outras frentes como, por exemplo: estabelecer regras para melhorar a qualidade nutricional dos alimentos e também garantir informação clara ao consumidor nos rótulos dos produtos.

Diante desse cenário, o consumidor deve ficar alerta, pois dados do IBGE divulgados em 2011 revelam que o consumo médio do brasileiro é 33% maior do que é recomendado por órgãos de saúde. Vale lembrar que boa parte desse exagero está vinculada ao consumo de alimentos industrializados.

 Saiba quais as doenças causadas pelo excesso de sódio e qual a quantidade recomendada por dia.

Sendo assim, aconselha-se evitar alimentos industrializados, principalmente os temperos prontos, e reduzir as pitadas de sal no prato.

Confira algumas sugestões de mudanças simples no cardápio que podem fazer você reduzir em quase 50% o consumo diário desse nutriente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s