Dia das Crianças – Confira dicas de segurança e de brinquedos para seu filho


mensagem-dia-das-crianças-5

Segundo a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo – FCDLESP, o setor de brinquedos é o que mais fatura no dia das crianças,  seguido pelo de alimentação e parques.

A infância, sem dúvida, é o momento mais importante da vida de uma pessoa, mas para cada etapa da vida da criança é preciso um estímulo diferente, seja para desenvolver a coordenação motora, a afetividade, o equilíbrio, a audição, a postura ou o comportamento social. Assim, os brinquedos podem desenvolver um grande papel na vida dos  meninos e meninas.  Mas para que isso ocorra eles devem estar de acordo com o desenvolvimento de cada idade.

Se você  comprar presentes para o dia das crianças, fique atento:

1 –  SELO

Selo inmetro

Todo brinquedo, nacional ou importado, deve ter o Selo de Identificação de Conformidade do Inmetro, impresso na embalagem ou no próprio brinquedo. Isso indica  que o produto foi submetido a ensaios e atende a requisitos mínimos de segurança. O selo deverá estar sempre visível ao consumidor e conter a marca do Inmetro e o logotipo do organismo que realizou a certificação o produto.

Além do “selo do Inmetro” as embalagens devem conter:  os dados do fabricante; todas as informações sobre o produto, incluindo orientações e advertências de eventuais  riscos que podem surgir durante o uso,  e a  indicação de faixa etária a qual o produto é destinado. Todas as informações devem estar escritas em português.

2 – Faixa Etária

Faixa etaria Fique atento ao selo que indica a faixa etária  na embalagem do produto. Se o brinquedo não tiver  essas informações você pode informar para ouvidoria do Inmetro: 0800 285 1818.

Vamos às compras?

Depois de verificar todas as informações de seguranças de um brinquedo é hora de comprar o presente. Antes de comprar avalie o que a criança gosta de brincar. Mas atenção,  nesse momento, caso ela goste apenas de um tipo (como os eletrônicos), ofereça outras possibilidades como jogos de tabuleiro, baralhos ou brincadeiras ao ar livre.

Confira algumas dicas de acordo com a faixa etária:

1 a 2 anos – Ela já possui um bom desenvolvimento motor e de postura, mas ainda precisa ser vigiada enquanto brinca. Está é a época de desenvolver as habilidades manuais e corporais. Procure presentear os pequenos com brinquedos que estimulem  a coordenação psicomotora da criança. Estes podem ser piscina de bolinha, brinquedos de encaixe e de montar, livros com figuras, carrinhos, bolas, brinquedos infláveis etc.

2 a 3 anos – É o momento de desenvolver e ampliar o vocabulário, desenvolver a visão e a parte motora.  Os livros ajudam as crianças a descobrir o nome das coisas e os jogos podem auxiliar no desenvolvimento motor. Sugestões de presentes:  quebra-cabeças, instrumentos musicais,  carrinhos, bonecas etc.

3 a 4 anos – Os sensos de direção, espaço, controle e força e a capacidade micromotora estão em alta. Sugestão de presentes: livros de colorir, roupinha de boneca,  jogos de memória, a primeira bicicleta com rodinhas e patinetes.

Obs: entre 4 e 5 anos é a época do “faz- de-conta”. Os  brinquedos devem fazer a criança desempenhar o papel de adulto em seu mundo imaginário. Nessa faixa etária começam a aparecer os primeiros medos infantis, por isso e interessante estimular o senso de segurança e a independência.

5 a 7 anos – Essa é a fase da socialização e das atividades em grupo, em que  as brincadeiras ajudam a entender o cotidiano e promovem a assimilação de regras de convívio.  Deve-se desenvolver a capacidade de a criança lidar com regras e a competitividade  de forma saudável. Os presentes podem ser bambolê, bingo, quebra-cabeças, casa de boneca, entre outros.

7 a 9 anos – A partir de 7 anos, o sistema cognitivo da crinaça já está pronto e sua convivência social se sofistica.  É o momento também de investir em jogos de tabuleiros, de cartas e eletrônicos, que exigem decisões estratégicas e de raciocínio lógico. Brinquedos como, Jogo da Vida, Uno, Detetive são idéias para essa idade.

9 anos em diante –  A criança já está apta a atividades mais complexas, pois passa a desenvolver  habilidades específicas. Nessa faixa os jogos de experimentos científicos, pingue-pongue, sinuca,  jogos eletrônicos e outros  mais complexos,  atraem a atenção.

É permitida a reprodução parcial ou total deste material desde que citada a fonte.

One comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s