Inmetro analisa 11 marcas de papel higiênico


As inúmeras reclamações recebidas pelo Inmetro sobre a qualidade e o atendimento às especificações, principalmente, ao comprimento e à largura dos papéis higiênicos, levou o Programa de Análise de Produtos a analisar 11 (onze) marcas do produto: seis de folha dupla e cinco de folha simples, de fabricação nacional. O maior índice de reprovação se refere ao ensaio que mensura a largura dos papéis de folha dupla.

papelhigiResumo das análises de papel higiênico de folha simples:

Foram analisadas as seguintes marcas: Carinho Plus, Carrefour, Karino, Personal e Qualitá.

A primeira avaliação realizada foi a de resistência à tração ponderada. Esse teste simula a força que o usuário faz  para retirar o papel do rolo. Apenas uma das cinco marcas avaliadas apresentou não conformidade (Karino Neutro).  Esse tipo de não conformidade indica que o papel pode não resistir à força aplicada pelo consumidor, quando da sua utilização, rasgando no meio da folha e não no picote. Tal fato pode aumentar o desperdício e, consequentemente, o custo do produto para o consumidor.

 O segundo ensaio verificou as características do produto como a gramatura, a alvura difusa, o índice de maciez, a presença de pintas, a presença de furos, a capacidade de absorção de água e o tempo de absorção de água.

Cabe destacar que a norma (ABNT NBR 15.134:2007) utilizada para esses testes tem parâmetros para agrupar os produtos em determinadas classes, atribuindo uma pontuação aos ensaios individuais. Dessa forma, não há um valor mínimo que o papel tem que ter nos ensaios para ser aprovado, mas existe uma pontuação que classifica os produtos de acordo com cada característica.

Assim, em cada quesito, os produtos que alcançam a maior pontuação (7), têm melhor desempenho e são considerados “Classe A” em relação àquela característica; os que obtêm  pontuação 4, são classificados como “Classe B”;  2, como “C”,  e 1, “Classe D”.

O resultado geral de cada produto, ou seja, a soma dos resultados obtidos em cada uma dessas características, também o qualifica. Dessa forma, eles podem ser categorizados em 4 grupos. O produto que alcançar um total maior/igual a 35 pontos é “Classe 1”, que corresponde ao melhor desempenho, entre 30 e 34, “Classe 2”; entre 26 e 29, “Classe 3” e menor/igual a 25, “Classe 4”. Os resultados encontrados foram os seguintes:

tab1hig

  *Como o Karino Neutro apresentou resistência de 82,81 N/m, sendo considerado não conforme, não conseguiu pontuar nesse  quesito. Sendo assim, o resultado foi feito sem a inclusão desse item.

 Nos ensaios metrológicos, foram verificados o comprimento e a largura dos  rolos dos papéis higiênicos. Das cinco marcas analisadas, uma (Qualitá) estava não conforme, com uma largura de rolo de 99,41, valor inferior aos 100 mm determinados na Portaria Inmetro 153 de 19 de maio de 2008.

 Papel Higiênico Folha Dupla

Foram analisadas as marcas Bom Preço, Cotton, Dualette Ultra, Mirafiori, Neve e Tenderly.

As análises para verificar a alvura, isto é, a presença de impurezas, e a resistência à tração ponderada dos papéis higiênicos de folha dupla mostraram que as seis marcas avaliadas atenderam aos requisitos mínimos da norma e foram consideradas conformes.

No que se refere aos testes para avaliar o índice de maciez, a presença de pintas, a capacidade de absorção de água e o tempo de absorção de água, o critério da norma é o mesmo citado anteriormente, ou seja, categorizar o produto por classe. Entretanto, só há duas categorizações para cada quesito A e B.

Dessa forma, os que obtêm a pontuação 7 têm melhor desempenho, sendo considerados “Classe A” em relação àquela característica; os que alcançam pontuação 4, são classificados como “Classe B”.

O resultado geral de cada produto o qualifica também em apenas duas categorias 1 e 2. O produto que alcançar um total maior/igual a 30 é “Classe 1”, que corresponde ao melhor desempenho, e o que tiver resultado menor que 30,“Classe 2”.  Todas as marcas de papel Higiênico Folha Dupla obtiveram pontuação total equivalente a “Classe 1”, conforme tabela abaixo:

tab2hig

A análise metrológica foi a que evidenciou resultados mais preocupantes para o consumidor. Os testes, que verificaram o comprimento e a largura do rolo dos papéis higiênicos de folha dupla, revelaram que quatro marcas estavam não conforme no ensaio de largura do rolo.  A Portaria Inmetro estabelece que a largura deve ser de, no mínimo, 100mm. As marcas reprovadas tiveram os seguintes resultados: Bom Preço (99,20mm); Cotton (98,90); Neve (98,56mm), e Tenderly (98,66), sem  considerar os respectivos percentuais de incerteza.

Informação aos Consumidores
As irregularidades em relação à largura do rolo lesam o consumidor que paga mais por menos. Para ilustrar essa perda econômica, uma variação de menos 0,5 mm na largura do rolo equivale a 5 cm2 por metro de rolo. Em um rolo de 30 m a perda chega a 150cm2 (equivalente a um picotado do rolo). Na hora da compra, para fazer economia, é preciso comparar o preço do rolo de papel higiênico por tipo, ou seja, folha simples e folha dupla, considerando a metragem declarada na embalagem, pois existe no mercado embalagem com 20m e 30m e diferentes quantidades de rolo. Sendo assim, para uma boa avaliação do custo/benefício é preciso dividir o preço pela quantidade total de rolos em cada pacote e pela metragem de cada rolo. No que se refere às características, a classificação dos produtos não consta nas embalagens. Entretanto, considerando que a análise seleciona os produtos mais vendidos no mercado nacional, o consumidor pode usar a tabela acima para escolher o produto que está mais bem classificado no quesito que considerar mais importante ou, considerar a classificação geral. No que se refere à folha simples, a marca Personal obteve a melhor avaliação em todos os quesitos, seguido da marca Carrefour, que obteve classificação B só no índice de maciez e Qualitá, que teve classificação D no mesmo quesito. No que se refere à folha dupla, embora todos tenham obtidos a classificação superior a marca Neve teve pontuação máxima em todos os quesitos. Por outro lado, essa mesma marca estava não conforme no ensaio de largura do rolo. Diante dos resultados, o Inmetro solicitará a intensificação da fiscalização dos Institutos de Pesos e Medidas estaduais nos papéis higiênicos e avaliará a possibilidade de sugerir a inclusão de novos requisitos na norma brasileira sobre papéis sanitários.

Dicas de Saúde:
Muitas pessoas acreditam que a má qualidade do papel higiênico pode oferecer  risco de contrair uma infecção urinária. Entretanto, o médico infectologista e coordenador de comunicação da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alexandre Cunha, afirma que essa possibilidade não tem o menor fundamento científico. O Dr. Cunha assegura que o acondicionamento do papel higiênico em banheiros públicos, que muitas vezes é improvisado ou já vem manuseado (dobrado), pronto para o uso, não coloca em risco a saúde dos usuários. Em relação ao papel higiênico perfumado, é preciso ficar atento, pois o infectologista alerta que alguns indivíduos podem apresentar uma predisposição à alergia ao componente.

 

É permitida a reprodução parcial ou total deste material desde que citada a fonte.

One comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s