Está pensando em comprar um modelo mais recente de celular?


As facilidades oferecidas pelos celulares, principalmente, os smartphones são inegáveis.  Com inúmeras funções, são usados para trabalhar, se divertir, fotografar e interagir com o mundo. E, neste Natal, ele certamente, está na lista de desejos de muitos consumidores. A essa altura, muita gente já sabe exatamente o modelo que vai comprar.

 Em março deste ano, o Brasil alcançou a marca de 273,58 milhões de telefones celulares ativos, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel, o que significa mais de um aparelho para cada habitante.  Entre os meses de julho e agosto foram vendidos um total de 12 milhões de aparelhos (9,1 milhões de smartphones), conforme dados da consultoria IDC Brasil. A expectativa é que as vendas deste bimestre sejam ainda maiores em virtude da Black Friday e do Natal.

celularesnatal

 Pesquisa do Idec com a Market Analysis demonstra que 81% dos brasileiros trocam de celular sem antes recorrer à assistência técnica e em menos de 3 anos de uso.  Esse hábito dos consumidores de substituírem o aparelho, mesmo quando não apresentam defeitos, deu ao acessório o título de campeão em rapidez de descarte em relação aos aparelhos eletrônicos.

 Ouvimos frequentemente falar dos benefícios dos celulares, mas raramente paramos para refletir sobre o impacto ambiental dos celulares. Para produzir um aparelho celular é preciso uma série de recurso extraídos da natureza, que passam por um longo processo de transformação até chegar a nossas mãos. Entre as matérias primas para sua produção estão: o plástico, derivado do Petróleo, a cerâmica e alguns metais (cobre, níquel e zinco). Todo esse material passa por um processo industrial que consome ainda água, energia e combustíveis que, muitas vezes, causam danos ao meio ambiente e a saúde humana.

 Apesar do estudo conduzido pelo Idec constatar que a maioria dos entrevistados doa, vende ou guarda os aparelhos, é preciso pensar que a vida de um telefone sempre tem um fim. Quando descartado corretamente, ele se transforma em um resíduo que deve ser tratado e reciclado de maneira especial, já que seus componentes podem ter um impacto muito negativo no meio ambiente.

celularesdescarte

 Diante desse cenário, fica claro que o custo ambiental dos celulares não é baixo. Então, que tal, antes de trocar seu aparelho por um modelo mais recente, se perguntar sobre sua real necessidade de ter um equipamento mais novo. Há sempre uma novidade no mercado, aparentemente, indispensável: uma câmera de maior resolução, aparelhos a prova d’água, mais interação … Mas será que o que você tem não é suficiente para o que precisa?

 Vale lembrar que a humanidade está consumindo 50% a mais em recursos naturais renováveis do que o planeta é capaz de regenerar.

 Neste Natal, no lugar de se deixar levar pelas promoções e pelas novidades do último modelo de celular que deseja, se deixe seduzir pelo princípio da sustentabilidade que é garantir “o suficiente, para todos, para sempre”.

 Fonte: Instituto Akatu  e Idec

One comment

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s