Dicas para você aproveita o melhor das Festas Juninas


festajunina2015As festas juninas costumam ser a grande atração desse período.  Um arraial clássico tem barracas, bandeirinhas e balões de papel colorido, palha de coqueiro ou bambu, quadrilhas, forrós, comidas típicas, fogueira, casamentos matutos e muita brincadeira. Entretanto, para que essa festa seja perfeita é preciso alguns cuidados.

O primeiro é lembrar que os balões devem ser apenas decorativos. Embora historicamente essa prática compusesse o cenário desse festejo, os inúmeros acidentes, ao longo dos anos, evidenciaram que soltar balões não é uma brincadeira inocente e bonita, uma vez que já fez muitas vítimas, destruiu casas, queimou florestas e matou muitos animais. Por essas razões, soltar balão é crime e a pena pode ser a detenção de um a três anos, multa ou ambas. Cabe destacar, que aqueles que forem flagrados assistindo estarão sujeitos a essas sanções também.

Os fogos de artifícios, também comum nesse período, são igualmente responsáveis por sérios acidentes. Segundo a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ), o número de atendimentos por queimaduras costuma dobrar nesse período. Todo cuidado na compra e no manuseio desses artefatos é pouco. Dessa forma, nunca compre fogos clandestinos, pois esses produtos não são testados e oferecem um grande risco aos usuários. Além disso, não costumam ter nas embalagens as orientações do fabricante sobre a forma de uso, que deve ser rigorosamente seguida para evitar contratempos.

O mais recomendado é adquirir artefatos que venham com a base para encaixar no suporte dos fogos de artifício o que evita que você tenha que segurá-los com as mãos. Especialistas recomendam que a distância para explodir os fogos com segurança é de 30 a 50 metros de pessoas, edificações e carros. Caso os fogos não estourem, não tente reaproveitá-los e nunca deixe crianças soltar fogos.

Outro cuidado importante é em relação às comidas vendidas nas barraquinhas.  Fique atento ao que vai consumir para evitar infecções intestinais ou intoxicações provocadas por bactérias que proliferam nos alimentos estragados. Preste atenção às condições de higiene e limpeza do local, a forma como os alimentos estão sendo acondicionado, a temperatura ambiente e verifique o prazo de validade dos quitutes da época. Vale lembrar que os ingredientes das comidas juninas são perecíveis e alguns pratos como, por exemplo, a pamonha e a canjica devem ser consumidas no mesmo dia do preparo, pois estragam muito facilmente. Dessa forma, o mais recomendado é optar por  produtos que tenham etiquetas com a data de fabricação.

  • Ao consumir bebidas com gelo em barraquinhas, verifique se o mesmo apresenta-se como um cilindro ou cubo com uma abertura central, pois é um indício de que aquele produto foi produzido de forma industrial, seguindo normas de segurança. O gelo deve ser inodoro, insípido, sem nenhuma sujidade, parasitas e larvas. Microrganismos patogênicos e os parasitas podem ser transmitidos por meio da água e, consequentemente, pelo gelo.
  • Se for comprar gelo para consumo humano para sua festa, certifique-se em relação a sua procedência. Na embalagem deve conter: marca da empresa, quantidade, identificação da origem (nome/ razão social do fabricante ou produtor ou fracionador ou proprietário da marca, endereço completo – país de origem e município -, identificação do lote e prazo de validade). Confira se a embalagem está bem conservada. O gelo precisa ser estocado e manipulado sob condições que evitem sua contaminação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s