Saiba o que você deve conferir na hora das compras em supermercados


Verificar a validade e exigir a nota fiscal são alguns dos cuidados fundamentais na hora das compras

Imagem: Jornal A Hora

Resultado de imagem para troco mercado

Sair para fazer as compras de mês, apesar de aparentemente ser uma tarefa simples, vai muito além da lista de compras. Por isso, elencamos algumas dicas bastante úteis e que podem evitar dores de cabeça quando o assunto é supermercado.

Verifique o prazo de validade dos produtos

É fundamental que o consumidor tenha o hábito de verificar a validade de cada produto que pretende levar para casa, evitando assim, o risco de intoxicações provocadas por alimentos impróprios para o consumo e outras complicações que resultem da ingestão de itens vencidos.

Salientamos que, em mais de quinze estados do Brasil, entre elas o Rio de Janeiro, foi instituída por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) a campanha “De olho na validade”, em que os clientes que encontrarem qualquer item fora do prazo de validade nos supermercados participantes desta iniciativa poderão ganhar uma unidade, dentro do prazo de validade.

Saiba mais sobre essa campanha aqui.

Observe o preço do produto na prateleira

Prestar atenção no valor exposto na prateleira e ao que é registrado pelo caixa é essencial para evitar aborrecimentos. Caso o valor cobrado seja maior do que o que estava exposto, o consumidor deve exigir o menor preço, tendo como base o artigo 31 do CDC “a oferta e apresentação de produtos e serviços devem assegurar informações corretas, claras e precisas”.

Para os casos em que a diferença de preço só for percebida após o término da compra, é importante procurar o supermercado para requerer o valor pago a mais. Não sendo possível resolver dessa forma, procure o Procon mais próximo.

Calcule o valor de cada produto em promoções do tipo “Leve 3, pague 2”

Alguns estabelecimentos costumam realizar falsas promoções do tipo “adquira 3 pelo preço de 2”, sugerindo que a compra de determinada oferta é uma boa escolha, quando, na verdade, o valor dos itens, se comprados por unidade, são bem menores dos que os valores ditos como promocionais.

Para não cair nessas armadilhas, é preciso calcular o desconto de cada item tendo como base o peso/tamanho de cada embalagem.

Confira a nota fiscal e o troco

Antes de sair do supermercado, veja se a nota fiscal corresponde ao total das compras realizadas e, para os casos em que o consumidor participe de programas de fidelidade, se os descontos formam concedidos.

Além da nota, outro fator que merece a atenção do consumidor é o valor do troco. É importante que a conferência seja feita no ato do recebimento, para que, nos casos de equívocos, seja possível questionar e resolver a situação.

Em caso de dúvidas ou reclamações, procure o Procon:

Encontrando dificuldades de fazer valer seus direitos, pague o valor que for cobrado, tire uma foto do valor anunciado e com a nota fiscal, procure o Procon mais próximo de sua residência. Na primeira página do Portal pode ser encontrada uma lista de Procons de todo o País.

Fonte: Idec e Procon-RJ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s